Aspergilose em aves de companhia e vida livre


A aspergilose é uma doença causada por fungos do gênero Aspergillus spp. que pode acometer qualquer espécie, doméstica ou silvestre, mas é comumente isolado em aves. O agente é distribuído mundialmente, sendo disperso pelo ar em movimento ou junto a insetos, com a possibilidade de obter-se isolados em ar, solo e água.
 
É uma doença infecciosa, não contagiosa e oportunista e tem maior ocorrência em rapinantes, psitacídeos, aves aquáticas e marinhas. A suscetibilidade das aves à infecção por Aspergillus spp. está relacionada principalmente às características anatômicas e fisiológicas do trato respiratório que facilitam a penetração e proliferação fúngica ( ausência de epiglote, diafragma e epitélio ciliar em algumas regiões do trato respiratório).
 
A transmissão ocorre pela inalação ou ingestão dos conídios (esporo mais comum de reprodução dos fungos) e, a partir daí, o desenvolvimento da doença dependerá do desequilíbrio entre a tríade fungo-hospedeiro-ambiente. A imunossupressão do animal representa um dos principais fatores relacionados a progressão da doença, que colonizam o trato respiratório, formando hifas e invadindo o tecido, ocasionando em inflamação, infarto hemorrágico, trombose e necrose.
 
Locais quentes, úmidos e com acúmulo de matéria orgânica (por exemplo, fezes) propiciam o local ideal para a sobrevivência do fungo, que libera milhões de conídios passíveis a serem inalados pela ave.Apesar de o sistema respiratório ser o foco primário da doença, podem-se encontrar os fungos afetando o sistema nervoso central, olhos e sistema digestivo.
 
É uma doença secundária multifatorial onde se destacam como fatores primários principalmente a imunossupressão, stress, má nutrição, corticoideterapia ou antibioticoterapia prolongada. A manifestação da doença pode ser de duas formas, sendo estas aguda em surtos com alta morbidade e elevada mortalidade em aves jovens; e crônica afetando aves adultas.Os sinais clínicos são geralmente não-específicos (letargia, inapetência e anorexia) ou podem estar relacionados com alterações do trato respiratório (rinite, mudança na vocalização, dispneia).
 
Tipicamente os pulmões e sacos aéreos são afetados, com formação de nódulos caseosos ou placas, e granulomas com áreas necróticas, podendo ocorrer disseminação hematógena para outros orgãos. Caso a colonização fúngica ocorra na traquéia ou siringe, pode ocorrer obstrução parcial ou total do lúmen respiratório, ocasionando mudança ou perda de voz, dispneia e morte.
 
Quando se trata de infecção em sistema nervoso ou em estruturas oculares, o animal pode apresentar ataxia e torcicolo, queratite (inflamação da córnea) geralmente unilateral, fotofobia (sensibilidade excessiva à luz), secreção purulenta (presença de pus), inchaço ao redor dos olhos e pálpebras.
 
É de extrema importância para a prevenção da aspergilose uma boa limpeza do ambiente em que os animais vivem, desinfecção constante das instalações e equipamentos, assim como bebedouros e comedouros. Além disso, a manutenção de um ambiente tranquilo e a nutrição adequada são fundamentais para que a doença não se instale.
 
Procure sempre oferecer alimentos de origem confiável e de embalagens fechadas e esterilizadas, que garantam que seu conteúdo esteja livre de qualquer tipo de contaminação. A orientação de um médico veterinário especializado é de extrema importância tanto na prevenção quanto no tratamento de qualquer enfermidade. Procure sempre um serviço especializado para obter informações sobre como cuidar do melhor jeito do seu animal, garantindo, assim, a saúde dele e da sua família.
 
M. V. Pedro Henrique Arosteguy de Carvalho e Siqueira CRMV – DF 1475
Especialista em pets não Convencionais (Mamíferos, aves e répteis) 
 
M. V. Fernanda Mergulhão CRMV – DF 3241
Especialista em pets não Convencionais (Mamíferos, aves e répteis) 
 
www.pointanimaldf.com.br
pedrohacs@hotmail.com

O que dizem nossos Clientes

Eles conhecem bem a gente

Fundada em 2008, Point Animal nasceu da vontade de oferecer um atendimento clínico personalizado aos animais de estimação e Pets não convencionais (aves, répteis, roedores, lagomorfos, primatas, ferrets, peixes entre outros).

Contatos

SCLRN 716 Bloco B Lojas 31 e 37  Brasília
Asa Norte - Distrito Federal
(61) 3347-9305
(61) 3272-9204
PLANTÃO 24 HORAS/Chamar pelo celular
(61) 9931-19786

Funcionamento

  • Segunda à sábado - 08:00 às 18:00 | Domingo - 09:00 às 18:00 | Domingo apenas atendimento clínico

Útimas fotos